O Amém No "Pai Nosso"

  • Imprimir
Partilhar no FacebookPartilhar no Twitter

O AMÉM NO "PAI NOSSO"

O BOM E O MAL EMPREGO DO TERMO

O termo "AMÉM" é muito utilizado em determinados meios evangélicos, por pregadores, dirigentes de cultos e pessoas que tomam a palavra para fazerem anúncios, avisos e darem uma saudação diante de uma assembléia, muitas vezes sem nenhuma razão de seu emprego, e ainda pior, sem saberem o porque de sua utilização. Outras vezes é usada como uma fórmula mágica para que as orações sejam atendidas.

A ORIGEM DA PALAVRA

Amém é uma palavra de origem hebraica que foi apenas transliterada, sem ser traduzida, e entrou no nosso vernáculo. Nós pronunciamos esta palavra da mesma forma que o Senhor Jesus a pronunciava no seu tempo.

Esse termo também era usado no Velho Testamento. Nós o vemos, por exemplo, quando as tribos estavam nos montes Ebal e Gerizim e respondiam aos levitas, quando estes repetiam a Lei, dizendo que seriam malditos os que fizessem o que era contrário à vontade do Senhor e benditos os que fossem obedientes. (Deuteronômio 27.15)

O SIGNIFICADO ESPIRITUAL DA PALAVRA - Deuteronômio 27.11-26

Sobre cada monte seis tribos se colocaram e faziam um grande coral gritando "AMÉM", logo após cada Lei repetida. Não era um ato teatral, mas sim um símbolo da aliança com Deus. Significava que o povo de Israel, isto é o povo de Deus, se comprometia em aceitar a maldição se desviasse do cumprimento da Lei de Deus, ao mesmo tempo que tomava consciência que em cumprindo-a, eram alvos das bênçãos celestiais.

Da mesma forma quando Neemias convocou os nobres, os oficias e os sacerdotes e os fez declarar sob juramento que cumpririam a promessa feita de respeitar o direito do povo e de acabar com a exploração dos pobres, toda a assembléia disse: "Amem". (Neemias 5.13)

AMÉM COMO PALAVRA DE COMPROMISSO

Quando ouvimos a leitura da Palavra de Deus e dizemos amém, estamos declarando que assumimos aquela palavra para nós, que a aceitamos como verdadeiramente Palavra de Deus e que estamos prontos a realizá-la em nossa vida.

Nós nos comprometemos com a declaração da oração do nosso irmão, ou com a proposta do pregador. Assumimos um compromisso de cumprir as ordens emanadas da Palavra de Deus e de sua vontade.

JESUS COMO O AMÉM

Em Apocalipse 3.14 vemos que Jesus é o Amem, isto é, Ele é nosso meio de ligação com Deus, é o cumprimento da Promessa, é quem estabelece a verdadeira e eterna Aliança entre Deus e cada um de nós.

O QUE SIGNIFICA DIZER AMÉM?

Seu significado é ligado à verdade. Várias vezes Jesus inicia uma declaração dizendo: "Amém, Amém" que é traduzido por: "Em verdade, em verdade..." (João 13.24). Significa também "que assim seja"; "de acordo", " em verdade", "certamente" etc.

PALAVRA DE ENGAJAMENTO E OBEDIÊNCIA

Significa meu engajamento com a Palavra de Deus, e estou validando o que foi declarado no meu coração.

É minha declaração que assumi com Deus um compromisso e não voltarei atrás.

É meu SIM para todas coisas determinadas por Deus.

É minha declaração que minha oração é sincera e verdadeira, cheia de fé e esperança. CaSO EU NÃO ENTENDA O QUE É DITO NÃO POSSO DIZER AMÉM. (1Cor. 14.16)

Eu digo amem ao perdão que Deus me dá e ao perdão que dará aos outros.

Eu declaro meu desejo de ver o retorno de Jesus - Apo. 22.20

PALAVRA DE COMUNHÃO

O Culto a Deus, na Assembléia da Igreja, é um ato de comunhão. Quando dizemos amém após as orações e leituras bíblicas, após a pregação do Pastor, em alta voz ou dentro de nosso coração, nós estamos expressando nosso desejo que toda a Assembléia seja atingida pela benção e nos engajamos como todos os irmãos como um só corpo.

Não podemos usar este termo como papagaios que, sob estímulo, repete o que lhe é dito, mas devemos empregá-lo como crentes engajados na obra do Senhor. Amém.

Pr. Paulo Roberto Sória